Entrega das obras da Rodovia do Contorno acontecerá em dezembro

Prazo foi garantido pela construtora e últimos detalhes foram discutidos nesta segunda-feira com prefeito Samuca Silva

13-11-2017 - gabinete rodovia contorno - gabriel borges (3)

Os últimos detalhes para a entrega das obras da Rodovia do Contorno foram discutidos na tarde desta segunda-feira, dia 13, entre o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, e representantes do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) e DER (Departamento de Estrada de Rodagem) do Rio de Janeiro. A Acciona, construtora responsável pela finalização das obras, garantiu que a entrega será realizada em dezembro. O encontro aconteceu no Palácio 17 de Julho.

13-11-2017 - gabinete rodovia contorno - gabriel borges (2)

“Estamos com o diálogo bem maduro e a prefeitura fará o que for necessário para liberar oficialmente a rodovia para o tráfego. Não adianta entregar a obra sem a possibilidade de trafegar”, disse o prefeito de Volta Redonda.    

No primeiro momento, como divulgado na reunião, a manutenção do trecho do bairro Vila Rica à Rodovia Presidente Dutra ficará por conta do Governo Municipal. Outro trecho – que liga a BR 393 ao bairro Santo Agostinho – será de responsabilidade do DER (Departamento de Estrada de Rodagem) do Rio de Janeiro. “Isso vale até que toda a prestação de contas do DER estiver pronta e, a partir daí, a responsabilidade passa a ser nossa, do Dnit”, disse Fernando Corrêa, representante do departamento nacional.

Ainda nessa semana será iniciada a plantação de quatro mil mudas para criar uma Barreira Acústica Verde para evitar os ruídos da rodovia, na altura do Conjunto Habitacional Vila Rica, conforme prevê o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) com o Ministério Público Federal. Além disso, ainda segundo TAC, será feito o plantio de 65 hectares de mudas no Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Valença, como compensação ambiental. Neste caso, porém, é de responsabilidade do Governo de Estado.

Estão sendo catalogados também todos os trechos que ainda não há cerca, para evitar a entrada de animais na pista da rodovia. E ainda: o prefeito Samuca Silva se comprometeu em ajudar na sinalização e redutores de velocidades em alguns trechos. “O que depende da prefeitura no TAC está garantido. Mas dependemos de outros órgãos. Volta Redonda está à disposição a nossa estrutura e o que estiver no nosso alcance”, disse Samuca Silva.

A prefeitura também realizou um levantamento de todos os proprietários das terras no entorno da rodovia e com número de processo de desapropriação. “Todos os processos estão encerrados ou em andamento. Já fizemos os levantamentos e encaminharemos ao MP em cumprimento ao TAC. Queremos abrir a rodovia”, contou Samuca Silva, que marcou para 30 de novembro, quinta-feira, a última reunião antes do término das obras.

Com o funcionamento da rodovia, a previsão é que mais de nove mil veículos pesados deixarão de passar pelo perímetro urbano de Volta Redonda, desafogando o trânsito da cidade.

Emprego

A Rodovia do Contorno já está gerando emprego e renda ao município. Estão em andamento 40 projetos para a construção de casas de alto padrão em um condomínio instalado na beira da via. Cada uma delas, em média, está gerando 15 empregos diretos – o que somados representam 600 postos de trabalho na construção civil.

“Quando estiver pronta a rodovia e o condomínio aberto podemos gerar outros 600 empregos diretos”, destacou Marcelo Rezende, representante do condomínio.

Por André Aquino, com foto Gabriel Borges

(24) 3339.9061

No Comments Yet.

Leave a comment